6 melhores tipos de varal para apartamento

  • 13 de abril de 2022
  • Equipe Riva
  • 8 minutos de leitura
6 melhores tipos de varal para apartamento Riva Incorporadora

Imagine que, finalmente, você pode investir no tão sonhado imóvel próprio. Contudo, antes de escolher o melhor lugar, é preciso estudar a localização e a infraestrutura comercial da região desejada.

Hoje em dia, a internet facilita muito esse processo. Então, achar um bom bairro para morar nem é algo tão complicado assim. Basta tomar o cuidado de fazer negócio com uma empresa confiável e com larga experiência no mercado.

Quem conhece as vantagens de morar em apartamento e decidiu adquirir esse tipo de imóvel, por exemplo, não pode esquecer dos itens fundamentais para a residência. Um deles é o varal para apartamento. Existem diversos modelos, próprios para atender cada necessidade.

Quer acertar na escolha e evitar arrependimentos? Confira nossa lista com os 6 principais tipos de varal para apartamento!

Qual é a importância de escolher um bom varal para apartamentos?

Dispor de um bom varal para apartamento é muito importante. Em primeiro lugar, porque, geralmente, esse tipo de moradia não tem área externa para que as roupas possam ficar estendidas. Assim, com um varal adequado, é possível deixá-las expostas ao vento e à luz solar para que sequem naturalmente.

Outra razão é que certas roupas são mais difíceis de secar em apartamentos. Se você costuma lavar peças mais pesadas com muita frequência, por exemplo, vale adquirir um modelo bem resistente. Agora, se no dia a dia, a necessidade é de um varal que comporte roupas leves, porém muitas peças, um varal com maior capacidade pode ser a melhor solução.

Conforme for o caso (e se houver espaço, claro), você pode optar por comprar mais de um tipo de varal de apartamento. Tudo vai depender da sua necessidade e condições.

Quais são os principais tipos de varal?

Como igual a tudo na vida, ter mais de uma opção é bom, mas também confunde um pouco, não? Então, selecionamos os tipos de varal mais usados, comentando as vantagens e desvantagens de cada um. Acompanhe!

1. Varal mágico

Essa vertente leva esse nome porque, como em um passe de mágica, desaparece sob uma espécie de canaleta, fixada na parede. Na hora de usar, basta abrir essa canaleta e esticar a grade.

Normalmente, o varal mágico é recomendado para apartamentos compactos. Porém, o fato é que a praticidade e a discrição do modelo o colocam como alternativa até para áreas de serviço ligeiramente maiores. Não à toa, há quem diga que a escolha desse produto não poderia ser melhor.

Existem diferentes tamanhos, com mais ou menos varetas. O único ponto de atenção se refere à capacidade de suporte de peso. Atente-se ao material das varetas e à instalação, que é feita com buchas e parafusos. O produto tende a ser mais resistente se for de qualidade.

2. Varal de parede

A diferença desse modelo para a versão “mágica” é só a possibilidade de ocultar o varal, como mencionamos acima. Aqui, temos o que pode ser chamado de varal de parede clássico.

Igualmente fixado com parafusos e buchas, você também precisa verificar qual é a força da estrutura e, principalmente, das varetas. De modo geral, o varal de parede comum costuma ser mais resistente do que o mágico.

Como desvantagem — observe que existem outros varais parecidos, como o sanfonado —, esse modelo convencional ocupa mais espaço. Na prática, é aquele típico varal que não se mexe, pois não é retrátil, como demonstraremos logo abaixo.

Desse modo, a depender do tamanho da sua área de serviço, talvez você tenha que se desviar dele sempre que estiver por lá. Essa situação se torna ainda mais comum se o varal estiver instalado no meio do caminho até a máquina de lavar, por exemplo.

Como observação, também cabe dizer que existem modelos diferenciados, em que as varetas são posicionadas em diagonal. Isso ajuda a diminuir o desconforto, visto que o item fica menos espaçoso e inconveniente.

3. Varal suspenso

Este é o famoso varal de teto, um dos mais utilizados do mercado. Razões para isso não faltam. Para começar, você não precisa se preocupar com o espaço, já que a estrutura fica suspensa.

Além disso, trata-se de um modelo mais resistente, o que garante tranquilidade na hora de pendurar um edredom, por exemplo, ou peças semelhantes que pendem o varal para baixo.

A desvantagem é a instalação. A melhor versão é aquela em que você eleva e abaixa o varal por meio de um sistema de cordas. O problema é que essas cordas deslizam em ganchos, fixados em buchas. Assim, deixá-lo instalado corretamente exige um certo trabalho.

4. Varal dobrável

Esse também é um varal interessante. Embora não seja como o mágico, ele contém duas hastes laterais que se dobram em direção à parede quando o objeto não está em uso. A única desvantagem é, novamente, a resistência ao peso.

5. Varal retrátil

Nesse caso, a base fica presa à parede. A diferença é que os fios do varal são puxados e enganchados do outro lado, em conectores que acompanham o conjunto.

Dessa maneira, você fica com as roupas penduradas de uma ponta à outra. Portanto, é um varal que deve, preferencialmente, ficar no canto, já que as roupas dificultam a passagem.

6. Varal sanfonado

Por fim, temos aquele que, talvez, seja o mais popular entre todos os citados: o varal sanfonado. Trata-se de mais um modelo de parede. Dessa vez, entretanto, existe a vantagem de recolher as varetas quando o produto não estiver em uso.

Talvez a única desvantagem seja o fato de que ele não se retrai totalmente. Se o corredor for muito pequeno, é bem provável que você tenha que tomar cuidado para não bater a cabeça ao transitar.

Como escolher a melhor opção?

Certamente, decorar o apartamento é algo bem mais divertido e prazeroso do que escolher os varais da área de serviço. No entanto, pensar em objetos que facilitem a realização de nossas tarefas cotidianas é essencial para garantir uma casa feliz.

Como você pôde ver, cada modelo de varal apresentado guarda suas vantagens e desvantagens. Para acertar na escolha, avalie a estrutura da base e a espessura das varetas, fatores ligados à resistência do produto, ao peso e à sua própria durabilidade.

Simultaneamente, é fundamental medir o espaço no qual o varal será instalado. Nesse ponto, aproveitamos para salientar a importância de decidir o tamanho ideal de apartamento antes de adquirir uma propriedade.

Geralmente, as áreas de serviço são compactas, o que exige um mínimo de planejamento. Nesse sentido, é essencial confirmar se há espaço suficiente para todos os itens que você pretende agrupar no local, incluindo o varal.

Lembre-se que ele dividirá o espaço com a máquina de lavar e outros utensílios. Como demonstramos anteriormente, existem alguns tipos de varal para apartamento que podem se tornar inviáveis devido a suas características.

Isso porque alguns deles criam verdadeiras barreiras, que dificultam o deslocamento pela área de serviço. Com o tempo, esse é o tipo de coisa que estressa bastante — fora o risco de acidentes, como bater a cabeça na estrutura do varal.

Escolher o varal para apartamento ideal pode ser um pequeno desafio. Ao ficar de olho nas nossas dicas, você tem mais chances de encontrar um produto eficaz e durável.

Que tal ficar por dentro de outras dicas práticas sobre apartamentos? Siga a gente no Instagram, Facebook, YouTube, Twitter e LinkedIn!


Post Anterior
Bairro Ponta Negra, Manaus: 6 motivos para morar
Próximo post
Como funciona a compra conjunta de imóvel?

Receba nosso contato para saber mais sobre como podemos te ajudar a encontrar o imóvel ideal.

  • Hidden
    Sobrenome do usuário (Campo oculto, preenchido dinamicamente após envio)
  • Hidden
  • Hidden
  • Hidden
    Site da Web – Website – URL
  • Hidden
  • Hidden
  • Hidden
  • Hidden
  • Hidden
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Fique tranquilo(a), você não estará assumindo nenhum compromisso com a Riva.